Comércio online infantil dobra faturamento no primeiro semestre de 2017

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on reddit
Share on email
Share on print

Mesmo em um período difícil para empresas que trabalham com vendas de produtos, um segmento que continua apresentando bons resultados é o setor infantil. De acordo com o último levantamento desenvolvido pela Loja Integrada, site com soluções para criação de lojas virtuais, só nos primeiros seis meses de 2017 o setor faturou aproximadamente R$ 11,5 milhões de reais. Possivelmente, isso aconteceu porque muitas empresas apostaram num maior investimento em marketing online este ano.

A efeito de comparação, esse valor representa o dobro do que o segmento arrecadou no mesmo período em 2016. Além disso, a quantidade de vendas também cresceu, com mais de 58 negócios feitos, 117% a mais que o ano passado. Para Breno Nogueira, Head da Loja Integrada, é importante que a empresa procure oferecer um diferencial dos seus concorrentes, já que o mercado é bastante competitivo.

Vantagens de uma loja online

Ter uma loja online possui diversas vantagens se comparadas às lojas físicas, mas para Rodrigo de Albuquerque, proprietário da Pijaminhas Kids, o que mais motiva o seu empreendimento é a facilidade que o meio virtual oferece em alavancar as vendas, além de possibilitar que ele passe mais tempo com a família.

De acordo com a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), foi esperado um faturamento de aproximadamente R$ 2,1 bilhões de reais no último Dia das Crianças, já que essa é a época que mais movimenta o setor no ano, seguida do Natal.

Expectativa para o fim do ano

Além de um ótimo primeiro semestre, o setor espera que as vendas nos últimos meses do ano também sejam boas. Entre os dias 25 de setembro e 11 de outubro, era esperado um número de aproximadamente oito milhões de vendas, numa média de R$ 269,00 reais cada. Segundo análise, além dos brinquedos, eletrônicos e acessórios de moda estão entre os itens preferidos dos consumidores.

Segundo a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), mais de 150 milhões de brasileiros aproveitaram o período do Dia das Crianças para efetuar alguma compra, aproveitando os preços e boas condições do mercado. Esse levantamento foi feito observando o comportamento de várias classes sociais. Entretanto, as classes A e B foram as que mais se mostraram dispostas a investir.

E aí, amigo, sua empresa aproveitou o Dia das Crianças para faturar?

Fonte: Portal Digaí

WhatsApp chat