Os 3 tipos de certificado SSL e qual é o melhor para você

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Se você tem um site, provavelmente já ouviu falar em certificado SSL. Eles são selos de segurança digitais que mostram para o consumidor que todas as informações trocadas por meio do seu endereço são criptografadas, o que faz seu site mais seguro.

Recentemente, ter um SSL se tornou ainda mais importante, uma vez que os navegadores começaram a acusar sites que não tinham o certificado de não seguros para a navegação, o que certamente assusta o usuário e pode até impedir que ele volte ao seu site.

O Google também já anunciou que prioriza a exibição de sites em suas páginas de busca que tenham o SSL. Em outras palavras, esse seria mais um dos vários fatores de SEO que determinam a colocação de um site no Google.

Tudo isso fez com que esses elementos se tornassem indispensáveis, e todo mundo começou a correr atrás de um certificado. Mas você sabia que não existe apenas um tipo de SSL? E que eles podem validar não só o domínio do seu site, mas também sua empresa, enquanto organização física?
Se a resposta é não, não precisa fica tímido, porque você vai descobrir agora quais são os tipos de SSL e qual é o melhor para as suas necessidades. Vamos lá?!


#1 Domain Validated

Esse é aquele que todo mundo conhece. É o mais simples e popular entre os sites. O Domain Validated confere e valida apenas o endereço do site, confirmando que os dados transmitidos entre a empresa e o consumidor serão criptografados e as informações estarão seguras contra a interceptação de terceiros.

Esse sistema também certifica que o site foi registrado corretamente e que o administrador é mesmo responsável pela aquisição do certificado de segurança.

Normalmente é reconhecido pelos usuários quando aparece um cadeado ao lado da URL e pela palavra “Seguro” em alguns navegadores.

Além disso, tem extensão para dispositivos móveis, como smartphones e tablets, e para subdomínios, o que significa que tanto o seu domínio padrão, quanto outros com configuração do tipo www.loja.seudomínio.com.br ou www.blog.seudomínio.com.br serão atestados como seguros.

É indicado para sites e blogs que tenham formulários que precisem ser preenchidos com dados pessoais, como nome completo, telefone e e-mail, além de servidores de webmail e sistemas.

#2 Organization Validated

Esse certificado é bem menos conhecido que o Domain Validated, mas oferece uma validação muito mais abrangente.

O Organization Validated busca, além do domínio, dados sobre a instituição, como nome, documentação e localização da sede. Isso faz com que as empresas que tenham essa certificação apresentem maior credibilidade para o consumidor e inspirem mais confiança, já que foi atestado que não só o site é seguro, como a empresa é real e tem os dados disponíveis para consulta.

O certificado é indicado, principalmente, para lojas virtuais que dependem da confiança do consumidor para fechar negócio e trabalham com dados bancários e números de cartão de crédito.
É disponibilizado, ainda, um seguro de US$ 1,25 milhão contra a emissão indevida do certificado digital.

#3 Extended Validated

A mais completa de todas as certificações também é a que oferece a mais alta confiabilidade porque passa por verificações minuciosas e auditoria anual da KPMG, uma empresa internacional que inspeciona serviços e empresas.

Além do domínio e dos dados, o Extended Validated avalia a instituição física. Nesse modelo, uma equipe faz uma visita técnica e analisa o funcionamento da empresa para garantir sua idoneidade.
Esse certificado não é válido para subdomínio, sendo necessário a contratação de um Extented Validated para cada subdomínio criado, além do domínio principal.

O cadeado aparece na URL e a barra de endereço torna-se verde, o que reforça a percepção de que se trata de um site seguro.

É indicado para empresas de médio e grande portes, instituições financeiras, grandes e-commerces e órgãos governamentais.

A garantia contra a emissão de certificado indevido, nesse caso, é de US$ 1,5 milhão.
Pronto, agora você já sabe tudo o que precisa para contratar o certificado mais adequado para você e sua empresa! O próximo passo? Fazer a contratação!

Fonte: Revista Wide

Adoraríamos conversar com você sobre seu projeto

Ligue para: (32) 98404-9447

ou acesse nossa pagina de Contato

WhatsApp chat